Qual melhor tipo de whey protein: isolado, concentrado ou hidrolisado ?

Está em dúvida sobre qual tipo de whey protein comprar, mas só encontra informações tendenciosas em lojas de suplementos ? Veja a verdade nua e crua sobre qual é o melhor tipo de whey e faça um investimento mais consciente.

Antes de qualquer coisa, vamos ao básico de cada um deles:

  • Whey concentrado: é o mais barato, passa por menos processos industriais, mas contém impurezas como pequenas quantidades de lactose, carboidratos e gorduras.
  • Whey isolado: livre das impurezas presentes no whey concentrado, contém mais proteína por dose (já que é mais puro), mas é mais caro.
  • Whey hidrolisado: é basicamente o whey iso que passou por um processo industrial extra onde ele é “pré-digerido” fazendo com que esta seja a forma de whey mais pura, biodisponível e rápida para ser absorvida que existe (e a mais cara também).

Com isto esclarecido, vamos ao que interessa…

Qual é o melhor tipo de whey protein ?

Independente do “pedigree” ou pelo número de processos chiques de filtração que um whey é submetido, no quesito ganho de massa muscular, virtualmente não há diferenças entre whey concentrado, isolado ou hidrolisado. Você pode citar centenas de estudos mostrando como um whey iso ou hidro é superior, puro, biodisponível e são versões de proteína mais “nobres”, mas no mundo real (o que importa para nós), está para nascer alguém que tenha ficado maior porque gastava R$150 a mais em um whey isolado/hidrolisado quando poderia estar consumindo apenas whey concentrado.

publicidade

Isto significa que você só deve comprar whey concentrado ? Nem sempre. Pessoas que sofrem com alergias ou intolerância a lactose poderão ter problemas gastrointestinais ao usar o whey concentrado e neste caso um whey isolado seria a melhor pedida. Quanto ao whey hidrolisado, assim como versões chiques de creatina, ele é simplesmente superfaturado e, sem rodeios, não vale o investimento.

Em suma, o whey concentrado é o ideal na maioria dos casos; é uma fonte de proteína completa, é o mais barato e possui as mesmas propriedades anabólicas que os outros tipos. O isolado é útil se você tem intolerância ou alergia à lactose, mas o preço é salgado e você poderia comprar muita albumina com essa mesma quantia de dinheiro. Finalmente, o hidrolisado é o ideal para aqueles que pensam que a pureza de whey protein se converte em resultados (o que não é o caso) e gostam de jogar o próprio dinheiro no fogo, o mesmo vale para blends de whey que misturam todas os tipos de whey com a promessa de maiores resultados.

Não se esqueça da real função do whey protein

Muitas pessoas compram whey por pensar que o investimento é um sinônimo de ganho de massa muscular, quando na verdade a sua função básica é apenas complementar a quantidade de proteínas que a sua dieta precisa, mas de uma maneira fácil, rápida e cômoda.

O que queremos dizer é que o whey protein não trará resultados “anabólicos” por si só, independente de quão caro ele seja. Portanto, se você não segue uma dieta ou simplesmente não tem ideia de quanta proteína precisa por dia, pense duas vezes antes de gastar uma fortuna em whey, pois do contrário o produto não conseguirá desempenhar o seu papel de forma eficaz.

Mas e a função do whey protein no pós-treino ?

Tomar um shake contendo whey protein e carboidratos logo após o treino pode ser uma boa maneira para iniciar a recuperação muscular e evitar o catabolismo, contudo é necessário repetir: somente o pós-treino não gerará efeitos por si só, principalmente se no restante do dia a dieta for inexistente.

Isto pode ser algo óbvio para alguns, mas infelizmente a maioria das pessoas ainda compram whey protein (e vários outros suplementos) imaginando que o mesmo será o supra sumo da dieta e gerará ganhos inéditos de massa muscular conforme o pote será consumido.

 

publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *