Como fazer um hipercalórico caseiro (e porque ele é melhor)

Fazer um hipercalórico caseiro pode ser mais barato, gostoso e trazer mais resultados que um comprado na loja de suplementos – e ainda é tão simples quanto fazer um shake comum.

Por que usar um hipercalórico ?

Hipercalóricos, como o próprio nome sugere, são produtos que fornecem uma grande quantidade de calorias através de proteínas, carboidratos e gorduras, com o intuito de auxiliar aqueles que não conseguem ingerir a meta calórica diária apenas com a dieta.

Como sabemos que a ingestão de calorias é extremamente importante para ganhar massa muscular, os hipercalóricos são muito úteis para quem não tem apetite para comer o suficiente através de alimentos sólidos.

publicidade

Mas porque fazer um hipercalórico caseiro ?

O motivo para valer mais a pena fazer o seu próprio hipercalórico, é que a maioria dos produtos comprados em lojas fornecem suas calorias através das piores fontes de proteínas, carboidratos e gorduras.

Você verá hipercalóricos listando whey protein e caseína em seus ingredientes, mas na maioria das vezes a principal proteína é a de soja, que é muito mais comum e barata para os fabricantes. Whey e caseína estão ali apenas para “enriquecer” a lista de ingredientes.

Você também verá que a maioria não tem açúcar, mas tem maltodextrina. Malto é tecnicamente um carboidrato complexo, então não precisa ser listado como açúcar, mas não se engane, o corpo consegue quebrar suas moléculas rapidamente e elevar o nível de açúcar no sangue tão rápido quanto o próprio açúcar refinado.

No final da história, a maioria dos hipercalóricos são constituídos basicamente de proteínas baratas e açúcares que vão acabar gerando maior ganho de peso em gordura do que em massa muscular.

E esta é a última situação que queremos.

Por outro lado, ao fazer o seu próprio hipercalórico é possível controlar todos os ingredientes que serão usados e com isto fazer uma mistura que entregue grande quantidade de calorias ao mesmo tempo que garante a ingestão de nutrientes que auxiliam no ganho de massa muscular (e não somente acúmulo de gordura).

Como fazer um hipercalórico caseiro

Fazer o seu próprio hipercalórico não é mais difícil do que fazer um shake proteico simples, e costuma sair mais barato já que você vai usar os mesmos ingredientes (e poucos deles) que usaria no dia a dia em um cardápio para hipertrofia.

Ingredientes para uma dose de hipercalórico caseiro:

  • 2 bananas médias
  • 30g de aveia flocos grossos (2 colheres de sopa)
  • 30g de pasta de amendoim integral (2 colheres de sopa)
  • 400ml de leite integral
  • 30g de whey protein concentrado ou albumina pura (sem adição de carboidratos)

Como preparar

Simplesmente misture todos os ingredientes utilizando um liquidificador. Lembre-se apenas de colocar a pasta de amendoim por último para que a mesma não fique grudada nas lâminas do aparelho.

Informações nutricionais

Calorias: 763kcal
Carboidratos: 81,9g
Proteínas: 49,1g
Gorduras: 29g
Fibras: 8,4g

Quando tomar o hipercalórico caseiro

Você pode tomar até duas vezes ao dia em horários que uma refeição sólida não seria possível ou seria extremamente inconveniente.

Tomar antes e/ou depois do treino também pode funcionar muito bem para quem deseja ganhar massa muscular, neste caso o hipercalórico substituiria refeições ou outros tipos de shakes que seriam feitos neste horário.

Considerações importantes

A respeito da gordura

A maior parte da gordura do shake hipercalórico vem da pasta de amendoim integral, que é uma fonte de gorduras boas. Considerando que alguém iria tomar um hipercalórico industrializado com um monte de açúcares, ingerir gordura boa no lugar é uma opção infinitamente melhor.

A respeito do hipercalórico conter suplementos

Muitos pensam que algo “caseiro” é sinônimo de algo sem suplementos. Bem, suplementos são basicamente alimentos em pó concentrado e considerando que você não vai ter que gastar com um hipercalórico industrializado e por sorte já vai usar proteína em pó na dieta, vai ficar elas por elas.

Dica: whey concentrado da Growth Supplements custa em torno de R$75 o quilo e 500g de albumina Salto’s (pura), com sorte, custa metade disso.

Palavras finais

Fazer o seu próprio hipercalórico é uma opção mais saborosa, saudável, prática e, com certeza, mais produtiva para ganhar massa muscular.

Atualmente, está para surgir um hipercalórico que forneça nutrientes de qualidade e com preço condizente. Até lá, fazer o seu próprio hipercalórico, é a melhor pedida para a sua saúde e resultados.

publicidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *